Very Important Tips = Dicas Muito Importantes

Trata todas as pessoas com  respeito. Evita comentários ou comportamentos que possam ser sexistas, homofóbicos, transfóbicos, racistas ou quaisquer outros desrespeitosos. Não assumas que todos têm a mesma visão/experiência/orientação/identidade que tu. Isto vale também para o género: em vez de assumir o género de alguém, espera pela indicação dxs mesmxs antes de assumires. Ao contrário de outras festas, o Kinky Salon acolhe todxs xs participantes e encoraja-xs and interagir e brincar entre elxs, seja quais forem os seus géneros ou sexualidades.

Todos os espaços, incluindo WCs, estão igualmente abertos a todxs.

Os playspaces não são áreas de chill out e também não são bares. Não são permitidas garrafas e copos, nem fumar, e usa os caixotes do lixo para preservativos e outros, não deixes roupas nos espaços de circulação, pois podem ser desagradáveis para participantes de diferentes mobilidades. Não durmas nos playspaces e não fiques na conversa. Se outros participantes estiverem a incomodar dirige-te a um membro da equipa.

Temos uma regra, ‘não andar a divagar, sozinhx ou acompanhadx’, que significa que só deves ir aos playspaces para interagires com outras pessoas. Os playspaces não são sítios de engate! Temos espaços sociais para conhecer pessoas. Tudo bem se vais ao playspace para ir ter com os teus amigos. Mas se pensas andar sozinho ou mesmo em parceria com outrx com quem não estás a interagir, com o objectivo de te envolveres nas cenas alheias, pensa bem. Mesmo que tenhas estado a brincar, se o teu parceirx sair e ficares sozinho, talvez seja a tua deixa para saíres também.

Mesmo que estejas com alguém, tem atenção em te envolveres em voyeurismo. Há uma diferença entre olhar e ficar a ver. Algumas pessoas adoram ser vistas, a maioria não. Pergunta antes de ficares a ver, e isto também serve para alturas em que possas estar a brincar contigo próprix.

Consentimento: pede e recebe.

Para tudo o que fazes deves receber consentimento com positividade, entusiasmo e de preferência verbalizado. Seja beijar, tocar, morder, bater, acariciar, o que for: verifica que é ok e é o que querem explicitamente. Fá-lo durante a cena e não só uma vez. Só porque alguém não está a dizer ‘Não’, não quer dizer que seja um sim. Se estás a considerar participar em algum tipo de brincadeira extrema, assegura-te que tens o consentimento não só dx(s) parceirx(s) mas também também daqueles que te rodeiam.

Comunica sempre em vez de assumires. Isto é especialmente importante para quando abordas alguém pela primeira vez ou quando te juntas a uma cena. É sempre melhor falar, mas se as bocas não estiverem disponíveis há sempre outras formas de comunicar e não há desculpas para não obter qualquer tipo de sinal de consentimento.

Ser claro em relação àquilo com o qual estás confortável é tão importante quanto obter consentimento. Não tenhas medo de dizer “Não” ou “Talvez” e informa o(s) teu(s) parceirx(s) de quais são os teus limites. Não há problema em mudares os teus limites no meio de uma cena – por exemplo, dizeres “Já não me sinto confortável” ou “Quero parar”.

Comunicares o que te excita pode ser incrivelmente sexy! Pode parecer estranho ou embaraçoso se não estás habituado a fazê-lo mas se estás a brincar com alguém que não conhecias, é essencial.

Respeita as escolhas das outras pessoas. Sê gracisx e não te sintas ofendidx ou tentes discutir quando alguém te diz “Não”. De igual forma, sê firme e educado quando recusares alguém.

Todos cometemos erros, descontrolamo-nos ou interpretamos mal uma situação, de vez em quando. Muito frequentemente a única forma de termos consciência do nosso comportamento é se nos disserem. É da responsabilidade de todxs avisar quando algum dos participantes está em risco de quebrar o código de conduta os estas dicas.

Os nossos unicórnios vigilantes estão à mão para situações delicadas. Mesmo que não estejas envolvido numa cena, se vires um potencial problema, sente que tens espaço para falar com eles ou para envolver alguém da equipa.

Se tiveres alguma queixa a fazer sobre algum dos convidados, por favor tenta comunicá-la a alguém da equipa ou a um dos unicórnios vigilantes durante a noite. Nós iremos sempre investigar qualquer queixa, mesmo depois do evento, mas quanto mais cedo soubermos, melhor conseguiremos resolver a situação.

Tenta não vir com um objetivo pré-estabelecido. Nunca há qualquer pressão para fazer alguma coisa na festa. Recomendamos que venhas com um espírito brincalhão em vez de uma ideia de com quem vais brincar. Muitas pessoas vêm a esta festa especialmente pelos fatos, para ver o cabaret ou para dançar. Se esta é a tua primeira vez, recomendamos que definas à partida limites fortes porque pode ajudar a reduzir a pressão e expectativa. Lembra-te que haverá sempre outro Kinky Salon!

Quer venhas com amigx, em grupo ou com parceirx, fala com elxs antecipadamente sobre o que queres que seja a tua experiência no Kinky Salon. Combina algumas regras – por exemplo, que tipo de experiências estás à procura? Quanto tempo devem passar juntxs ou separadxs? Como verificas com a tua pessoa se está tudo bem? Por favor chega sempre com o teu PAL e de preferência saiam juntxs porque são responsáveis uns pelos outros.

Pratica em segurança e consensualmente. No Kinky Salon permitimos qualquer forma de kink/BDSM/fetish desde que seja seguro, são e consentido e obviamente dependente das condições do espaço. Pedimos aos kinksters que apenas tragam cordas ou kits que tenham experiência em usar. Não mistures intoxicantes com kink. Combina palavras de segurança ou usa o sistema de luzes de trânsito com quem estiveres numa cena, e por favor comunica claramente para os que estão à tua volta que estás a participar de uma forma consensual numa atividade kinky. Se estiveres envolvido numa cena extrema deverás obter o consentimento daqueles que te rodeiam.

Traz coisas para dares às pessoas que conheces – prendas tontas/brinquedos/doces, etc. – e usa isso para interagires com xs outrxs convidadxs. Tenta arranjar um adereço para usares com o teu fato. Por exemplo, podes ser uma personagem com um nome falso e um identidade tonta. Ou podes criar um fato com o qual xs outrxs convidadxs possam interagir de alguma forma, como um fantoche ou algo em que as pessoas possam desenhar. Ou podes levar um jogo para outrxs convidadxs participarem.